Munhoz, MG tem 1 atitude empreendedora

Projeto reutiliza água da chuva para cultivar flores em Minas

Bem sucedido no combate à seca deste ano, o projeto de Munhoz será implantado em outras cidades do Sul de Minas

Para contornar os riscos de falta d’água em períodos de seca, Roberval Ramos de Moura criou um projeto de armazenamento de água da chuva para reutilizá-la nas suas plantações de flores. A solução é relativamente simples: a água cai na coberta das estufas, é guiada por um sistema de calhas, passa por uma galeria e chega aos reservatórios.

A proposta deu tãoOlho cidades empreendedoras 2603 certo que ele criou um reservatório para cada estufa que possui. O sistema é capaz de armazenar até 2 milhões de litros de água e Ramos não teve problemas com a estiagem que atingiu a região sudeste do Brasil nos últimos meses, por exemplo. A chuva que houve foi suficiente para encher metade dos reservatórios e é com essa água que ele irriga as flores três vezes por semana.

Com 2 milhões de litros de água, o que corresponde a um reservatório cheio, é possível irrigar uma lavoura de dois hectares com flores por até quatro meses. Os tanques de armazenagem também ficam perto das lavouras, o que reduz gastos com transporte.

Outras cidades pretendem implantar o sistema criado para aproveitar a água da chuva. Na cidade de Itapeva, a solução já é usada por produtores de rosas e alstroemérias.

 

Quem fez acontecer?

O produtor Roberval Ramos de Moura