Pequim, China tem 1 atitude empreendedora

Que tal uma vending machine ao contrário na sua cidade?

Na cidade de Pequim, estudantes depositam garrafas usadas e recebem dinheiro de volta

Sabe aquela garrafa PET usada ou o livro velho que não tem mais serventia? Na China, você pode trocá-los por dinheiro, créditos para celular e, agora, material escolar. Tudo feito automaticamente em máquinas parecidas com aquelas de aeroportos que vendem chocolates, biscoitos e uma infinidade de produtos. Porém, neste caso específico chinês, ao invés de uma moeda, você deposita o objeto para a reciclagem e recebe uma recompensa em troca.

recycling-vending-machine-incom-bejing-train-voltage-volt-report

O projeto tem como intuito aumentar as taxas de reciclagem no país e levar as pessoas a realizar o descarte correto de materiais que, atualmente, acabam em aterros ilegais. As máquinas de vendas reversas, como têm sido chamadas, começaram a ganhar as ruas da cidade nas estações de metrô em 2012. Agora, serão 2.000 escolas primárias e secundárias a receber o mesmo tipo de máquina.

A diferença é que a recompensa pode ser em moedas ou material escolar. De acordo com a Comissão de Educação de Pequim, mais de 1,5 milhão de estudantes vão se beneficiar do programa e adquirir novos hábitos de classificação e reciclagem de lixo.

Olho cidades empreendedoras3003

Nas escolas, lápis serão oferecidos como recompensas e, se o estudante optar por receber uma moeda, ele também tem a possibilidade de doar o dinheiro para instituições de caridade que cuidam de crianças necessitadas em áreas rurais.

180373d2873013ef469306

As máquinas, lançadas em 2012 e produzidas pela Incom Recycle Co., já recolheram mais de 50 mil garrafas PET. Em um futuro próximo, elas podem evoluir para recolher também o lixo eletrônico, além de apenas garrafas e papel.